segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Era uma vez ...


Era uma vez uma garotinha...
...cabelos negros, chanel, pequenina e grande na alma. Doce garota. Sapeca e delicada. Perfeccionista e extremamente educada. A sua mãe sempre ao seu lado, mostrando o caminho das flores que ela sabiamente seguiu, crescendo ao lado da sua inseparável irmã.
Ao lado de seus bichinhos de estimação inesquecíveis, ela dedicou-lhes um amor puro. Mas tudo para ela tinha de ser puro e verdadeiro. Assim ela encontrou um mundo o qual precisava ser lapidado; pois este mundo era cheio de beleza escondida em meio a imperfeições.
As suas conquistas foram as mais desejadas e as mais difíceis. Mas para esta garotinha, a glória que transpirava todo o seu esforço, aumentava a sua fé. Em sua mente e principalmente em seu coração tudo acontece por um motivo especial. Essa garotinha sempre teve Deus em sua vida. Seu alicerce.
E é ao lado do Senhor que hoje, em nome Dele, será o início de mais uma glória.

Que a mim, as pedras lapidadas se transforme em preciosidades: esmeraldas, rubsi, diamantes ... Pelo simples fato de serem únicas e raras!


Esta garotinha chama-se Mariana... Furtado.