sábado, 29 de maio de 2010

Regaço Acolhedor




Oh, minh’alma

Retorna à tua paz
Como criança bem tranqüila
No regaço acolhedor de sua
Mãe.



Minha mãe é a virgem maria
É ela que agora vai
Me acolher, me abraçar,
Me perdoar, me compreender,
Me acalmar, me ensinar,
Me educar,
Me formar, me amar.




Oh, minh’alma retorna à tua paz...

ETERNAS SAUDADES!


Oração diária de Heliete Furtado


Armadura do cristão (Efésios 6, 10-20)

Finalmente, irmãos, fortalecei-vos no Senhor, pelo seu soberano poder. Revesti-vos da armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do demônio. Pois não é contra homens de carne e sangue que temos que lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal espalhadas nos ares. Tomai portanto a armadura de Deus, para que possais resistir nos dias maus e manter-vos inabaláveis no cumprimento do vosso dever. Ficai alerta, à cintura cingidos com a verdade, o corpo vestido com a couraça da justiça, e os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da Paz. Sobretudo embraçai o escudo da fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Malígno. Tomai, enfim, o capacete da salvação e a espada do Espírito, isto é, a palavra de Deus. Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em todas circunstâncias, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos e orai também por mim, para que me seja dado anunciar corajosamente o mistério do Evangelho, do qual eu sou embaixador, prisioneiro. E que eu saiba apregoa-lo publicamente, e com desassombro, como é meu dever!

---
 
ABRAÇO ETERNO (Pe. Fábio de Melo)
 
Amor tão grande,amor tão forte, amor suave,amor sem
fim
Que a própria morte tranforma em vida, abraço eterno
de Deus em mim

Nem as torrentes das grandes águas conseguirão apagar
esse amor
Pois suas chamas são fogo ardente, mais do que a morte
é tão forte esse amor


De abraço esmagante, de ausência torturante
De noite e luz é feito esse amor
De dor incomparável, consolo inestimável
De vida e cruz é feito esse amor